30 FILMES BRASILEIROS PARA MORRER ANTES DE VER

30 filmes brasileiros para morrer antes de ver

Dando sequência à série de listas polêmicas, pedi aos leitores, seguidores do Twitter e Facebook — cinéfilos, jornalistas, realizadores —, que apontassem, entre filmes conhecidos de cineastas brasileiros, quais eram os piores que haviam visto. Cada participante poderia indicar até cinco filmes, sem repetir diretores, tendo como critério principal o gosto pessoal. Como nas listas anteriores, o objetivo não é zombar ou ofender o gosto alheio; é, sobretudo, uma diversão, e reflete apenas a opinião dos participantes consultados. Se podemos ter a lista de nossas preferências, por que não podemos ter a lista daquilo que não gostamos?

Na lista, aparecem filmes de cineastas consagrados como Cacá Diegues, Glauber Rocha, Júlio Bressane e João Moreira Salles. O filme “2 Filhos de Francisco”, de Breno Silveira, foi considerado pelos participantes da enquete o pior filme da história do cinema nacional, seguido por “Cinderela Baiana”, de Conrado Sanchez, e “Luzia Homem”, de Fábio Barreto. Fábio Barreto também foi o diretor que teve o maior número de filmes incluídos na lista. Indicações para filmes das apresentadoras Xuxa e Angélica, do humorista Renato Aragão e do grupo humorístico “Os Trapalhões” não foram computados.

2 Filhos de Francisco (2005)
Breno Silveira

Cinderela Baiana (1998)
Conrado Sanchez

Luzia Homem (1987)
Fábio Barreto

Entre Lençóis (2008)
Gustavo Nieto Roa

Orfeu (1999)
Cacá Diegues

Lula, o Filho do Brasil (2009)
Fábio Barreto

Ó Pai Ó (2007)
Monique Gardenberg

Manobra Radical (1991)
Elisa Tolomelli

De Pernas pro Ar (2010)
Roberto Santucci

O Rei do Rio (1985)
Fábio Barreto

Se Eu Fosse Você 2 (2009)
Daniel Filho

De Pernas pro Ar 2 (2012)
Roberto Santucci

A Erva do Rato (2008)
Júlio Bressane e Rosa Dias

O Casamento de Romeu e Julieta (2005)
Bruno Barreto

Acquaria (2003)
Flavia Moraes

Bossa Nova (2000)
Bruno Barreto

Até que a Sorte nos Separe (2012)
Roberto Santucci

Sal de Prata (2005)
Carlos Gerbase

Deus e o Diabo na Terra do Sol (1964)
Glauber Rocha

Cleópatra (2008)
Júlio Bressane

Entreatos (2004)
João Moreira Salles

Sonhos e Desejos (2006)
Marcelo Santiago

A Cartomante (2004)
Wagner de Assis e Pablo Uranga

Nossa Vida Não Cabe Num Opala (2008)
Reinaldo Pinheiro

O Signo da Cidade (2007)
Carlos Alberto Riccelli

Estamos Juntos (2011)
Toni Venturi

Irma Vap — O Retorno (2006)
Carla Camurati

Avassaladoras (2002)
Mara Mourão

Garrincha — Estrela Solitária (2003)
Milton Alencar Jr.

Terra em Transe (1967)
Glauber Rocha

 

POR CARLOS WILLIAN LEITE

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s