Nascido em Nova York, com passagem por Buenos Aires e vivendo atualmente em Chicago, Freddy Fabris construiu sólida trajetória em grandes agências publicitárias internacionais. Atua em cada detalhe de seus projetos, dando grande atenção também ao trabalho de pós-produção. Sua releitura de obras do Renascimento já lhe rendeu prêmios importantes, abrindo espaço para novos projetos pessoais, em paralelo à sua atuação na publicidade.

 

Ao visitar uma mecânica com um amigo, o fotógrafo Freddy Fabris teve um insight: aproveitar o cenário e os personagens daquele tipo de local para uma releitura de pinturas do Renascimento – explorando, assim, sua paixão por artistas como Michelangelo e Rembrandt e experimentos do início de sua carreira, quando era pintor.

 

 

 

 

As fotografias sobrepõem novas camadas de significado sobre imagens icônicas. Com uma ironia sutil, inclui novos elementos que redefinem as possíveis interpretações de cada cena. De certa forma, o fotógrafo dá sequência a outro trabalho em que fotografou atletas caracterizados como esportistas do início do século 20, o que revela seu interesse por mesclar tempos e contextos distintos no mesmo plano.

 

 

 

 

Sua trajetória de mais de uma década na publicidade torna perceptível também uma estética que remete a anúncios. Mais um componente que se soma ao trabalho e amplia ainda mias sua rede de significações.