Com duração de aproximadamente 3 horas, os OVNIs foram observados pelos pilotos e torres em 4 estados, Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná.

O COMDABRA (Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro) considerou a segurança de voo ameaçada, e então a Força Aérea Brasileira foi acionada para perseguir e interceptar os OVNIs.
No dia seguinte, o então Ministro da Aeronáutica, o Tenente-Brigadeiro Octávio Júlio Moreira Lima, deu uma entrevista coletiva à imprensa, juntamente com os pilotos dos caças, confirmando os acontecimentos, por isso os eventos daquela noite ficaram conhecidos como a Noite Oficial dos OVNIs.

Em 2009 a Força Aérea Brasileira declarou a seriedade e veracidade do ocorrido.

“Como conclusão dos fatos constantes observados, em quase todas as apresentações, este Comando é de parecer que os fenômenos são sólidos e refletem de certa forma inteligência, pela capacidade de acompanhar e manter distância dos observadores, como também voar em formação, não forçosamente tripulados.”

De acordo com o relato, a Força Aérea Brasileira confirma a existência de OVNIs, que são operados por seres inteligentes.

Para muitos, essa fita foi a melhor até agora, onde o diálogo natural entre pilotos e operadores podem ser ouvidos na íntegra, e com riquezas de detalhe.

No áudio original da torre de controle de São José dos Campos, podemos ouvir o diálogo entre o piloto e a torre.

“Tá brilhando forte agora, rapaz. Não tem luz de navegação, é só um ponto brilhante, tá parado na mesma posição desde que comecei a ver. É até engraçado o troço tá paradinho, rapaz, parece uma estrela, já chequei mas não é”, diz o piloto.

aviao - ovni - To no Cosmos

Há uma parte do vídeo em que o piloto brinca e diz que iria enviar uma mensagem telepática. Acostumados com os radares é difícil pilotos profissionais se confundirem.

Os OVNIs conseguiram ‘burlar’ o radar, e apenas os pilotos conseguiam vê-los, algo impossível de acontecer com os aviões da época.

Em outra parte do vídeo, ouvimos o seguinte: “Tá se afastando, tá diminuindo, sumiu! Brasília, tem alguma coisa? Pô, o cara sumiu, bicho! Tá voltando agora, tá voltando, aumentou de brilho. Pô cara, ele é bonito, rapaz! Eu não posso tá vendo coisas. Tá uma piração isso daqui.”