Região violenta ganha nova vida após o projeto de revitalização

Las Palmitas, México (Foto: Germen Crew, divulgação e repr)
Vista de Las Palmitas, México, após a intervenção

Arte com poder transformador. Munido de tintas, pincéis e boas ideias, o coletivo de arte Germen Crew conseguiu diminuir os crimes na comunidade de Las Palmitas, na cidade de Pachuca, conhecida por ser uma região extremamente violenta do México. Em parceria com o governo do país, o coletivo atuou para transformar a imagem negativa do bairro. No processo, que durou cerca de 14 meses, os artistas pintaram 209 casas, somando cerca de vinte mil metros quadrados, com cores vibrantes e alegres, que formam uma espécie de arco-íris para quem observa o morro a certa distância.

Las Palmitas, México (Foto: Germen Crew, divulgação e repr)
Vista da comunidade antes do projeto
Las Palmitas, México (Foto: Germen Crew, divulgação e repr)
As 209 casas foram pintadas de branco, antes da chegada das cores vibrantes

Os artistas envolveram os moradores em todo o trabalho, o que fez nascer um senso coletivo inédito de pertencimento e de cuidado com o local. No total, 1808 pessoas de 452 famílias foram beneficiadas pela ação, que, segundo relatório divulgado pelo governo, deu conta de diminuir o índice de violência, especialmente entre os jovens.

Las Palmitas, México (Foto: Germen Crew, divulgação e repr)
Membros da organização Germen Crew trabalham com moradores locais
Las Palmitas, México (Foto: Germen Crew, divulgação e repr)
As fachadas cheias de cores e vida

Antes da pintura ser feita, os moradores do local evitavam sair de casa quando escurecia. Durante a noite, a região ficava deserta. Segundo Enrique Mybe Gomes, diretor do projeto, após a iniciativa, os vizinhos passaram a conversa e a sair mais. “Surgiu um espírito comunitário. As pessoas estão cuidando da segurança do bairro com as próprias mãos”, conta o artista.

Las Palmitas, México (Foto: Germen Crew, divulgação e repr)
Azul, roxo, laranja, verde, amarelo e outras cores cobrem as casas
Las Palmitas, México (Foto: Germen Crew, divulgação e repr)
Fachada de uma das residências da comunidade
Las Palmitas, México (Foto: Germen Crew, divulgação e repr)
Moradores participam da pintura