Enquanto homens e mulheres se deleitam com as fantasias do enredo norte-americanizado intitulado de “soft-porn” (pornô suave, em tradução livre), o cinema brasuca tem vários exemplares de filmes que não perdem em qualidade e, tampouco, nas cenas picantes.

Confira:

Toda Nudez Será Castigada (1972)

A Dama do Lotação (1978)

Giselle (1980)

Oh, Rebuceteio! (1984)

Um Copo de Cólera (1999)

Madame Satã (2002)

Cama de Gato (2002)

Cão Sem Dono (2007)

Entre Lençóis (2008)

Budapeste (2009)

Do Começo Ao Fim (2009)

Bruna Surfistinha (2011)

Paraísos Artificiais (2012)

Tatuagem (2013)

Praia do Futuro (2014)

 Por Alexandre Parrode