PEP BONET, un fotógrafo en el infierno

O trabalho de Pep tem sido reconhecido com muitos prêmios, como o World Press Photo Joop Swart Masterclass em 2002, com Faith in Chaos. Pep também ganhou o prêmio Kodak Young Photographer of the Year em 2003 no festival Visa pour l`image. Foi nomeado o melhor fotógrafo de imprensa pela Fundação Luchetta em Trieste, Itália, em 2004. Recebeu o prêmio W. Eugene Smith Humanistic Grant in Photography em 2005 e em 2007 ganhou o segundo lugar da categoria esporte do World Press Photo Award com seu trabalho sobre um time de futebol de deficientes físicos em Serra Leoa. Em 2009 Pep foi premiado pelo trabalho Forced Identity, retratando a vida de transexuais em Honduras. Em 2013 Pep ganhou o 1˚ lugar da categoria short do World Press Photo Multimedia.