10 FILMES RODADOS EM SÃO PAULO

Captura de Tela 2015-01-23 às 21.40.17

São Paulo oferece um interesse muito mais exótico, com seus extremos sociais, um povo multicultural em constante choque e harmonia, com faces de tradição e modernidade.

Para conhecer melhor alguns dos bairros típicos de São Paulo e compreender a rotina desta metrópole, o Guia da Semana selecionou 10 filmes gravados na cidade, com todo o sotaque paulistano.

AS MELHORES COISAS DO MUNDO (LAÍS BODANZKY, 2010)

No longa adolescente, Laís Bodanzky mostra a realidade de estudantes da classe média paulistana, lidando com problemas comuns da idade e interagindo à sua moda com a cidade: o protagonista cruza diferentes bairros de bicicleta e toca violão com os amigos em praças como a do Pôr do Sol, na Vila Madalena.

2 COELHOS (AFONSO POYART, 2012)

Pouco comum no cinema nacional, o filme de ação estilo quebra-cabeças de Afonso Poyart explora o centro de São Paulo, das padarias tradicionais ao seu lado mais “cinza”, coberto por concreto e grafite. É possível ver relances do edifício Copan e da Praça Roosevelt, por exemplo.

O ANO EM QUE MEUS PAIS SAÍRAM DE FÉRIAS (CAO HAMBURGUER, 2006)

As comunidades de diferentes etnias que formaram o bairro do Bom Retiro, incluindo especialmente os judeus, formam a nova família do pequeno Mauro, cujos pais desapareceram durante a ditadura militar, mas que, por enquanto, só precisa se preocupar com a proximidade da Copa do Mundo.

CARANDIRU (HECTOR BABENCO, 2003)

O presídio localizado na Zona Norte de São Paulo, desativado em 2002, tornou-se logo cenário para um dos filmes mais sangrentos do cinema nacional – depois de ter sido palco de alguns dos episódios mais violentos da história da cidade.

O CASAMENTO DE ROMEU E JULIETA (BRUNO BARRETO, 2005)

O que seria dos paulistanos sem as rivalidades entre seus times de futebol? Romeu é corintiano roxo, Julieta é palmeirense. Enquanto tentam conquistar as famílias rivais, os dois namorados passam por estádios tradicionais de São Paulo, como o Parque Antártica e o Pacaembu.

PLASTIC CITY (NELSON YU LIK-WAI, 2008)

O chinês Nelson Yu Lik-wai decidiu filmar em São Paulo, no bairro da Liberdade, seu suspense noir envolvendo um contrabandista chinês e seu filho, donos do comércio na região. A história, tirando os excessos de violência romantizada, lembra a dos comandantes dos famosos “Xing-lings” da capital.

SÃO SILVESTRE (LINA CHAMIE, 2013)

A corrida de São Silvestre acontece todos os anos no dia 31 de dezembro, atraindo atletas amadores de todos os estados e profissionais de diferentes países – em especial o Quênia. Em 2013, a diretora Lina Chamie reuniu esses corredores numa série de depoimentos que tentam explicar a “febre” que começa e termina na Avenida Paulista desde 1925.

CHEGA DE SAUDADE (LAÍS BODANZKY, 2008)

Os bailinhos da terceira idade fazem parte da rotina paulistana e alguns endereços já se tornaram célebres, como os clubes Piratininga e União Fraterna. O longa de Laís Bodanzky aproveita esse ambiente para discutir a velhice e a solidão.

CIDADE CINZA (MARCELO MESQUITA E GUILHERME VALIENGO, BRASIL, 2013)

Os grafites que adornam São Paulo de ponta a ponta enchem de cor o documentário de Marcelo Mesquita e Guilherme Valiengo. Inspirados por um conflito entre grafiteiros e a prefeitura, quando um gigantesco mural foi pintado de cinza, os diretores acompanharam a realidade desses artistas e compararam a situação paulistana com a de outros países.

ESTÔMAGO (MARCOS JORGE, BRASIL, 2011)

Nonato (João Miguel) é um imigrante nordestino que chega à cidade grande em busca de oportunidade. Aprende a profissão de cozinheiro, na qual se desenvolve e recebe uma melhor oportunidade de trabalho. Sua vida se complica ao se envolver com uma prostituta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s