A fotografia é uma arte que sempre se relacionou com as demais; ora perseguindo-as, ora absorvendo alguns de seus elementos. Em alguns casos, a mistura e entrelaçamento são tão coesos e inovadores que não é possível distingui-la da pintura, da literatura, das instalações ou do cinema.

Esta semana, o Caçadores da Alma exibe as variadas relações que entre a imagem estática e as outras artes. E atesta a capacidade da fotografia dialogar e assimilar as outras expressões artísticas e, com isso, constitui-se como uma linguagem rica e reinventável a todo tempo.

“Arte é experiência. É essa possibilidade… E aí a fotografia entra no meio como uma das linguagens artísticas. Mas é essa possibilidade de fazer a gente sair do lugar, de provocar pensamento. Essa é a arte que me interessa”, reflete Simone Rodrigues, uma das fotógrafas entrevistadas.