Imagem

Aaron Paul revelou que já participou de reuniões com o diretor Ron Howard (‘Rush – No Limite da Emoção’) para estudar a possibilidade de estrelar o filme baseado na saga literária ‘A Torre Negra’, de Stephen King.

O ator está sendo cotado para interpretar Eddie Dean, um viciado em heroína que é apresentado no segundo livro, ‘A Escolha dos Três’.

“Eu tive várias reuniões sobre isso”, revelou. “Eu acabei de ter uma conversa geral com Ron Howard, que é um grande fã do programa [‘Breaking Bad’], o que é maluco, pensar queRon Howard me conhece. Eles estão definitivamente planejando fazer [o filme].”

O astro acrescentou que está empolgado com o projeto, embora não tenha lido todos os livros: “O objetivo deles é fazer três filmes, mas também ter um elemento da TV, o que será bem interessante. Pelo que eu ouvi, Eddie Dean é um personagem épico e icônico.”

Paul é um dos favoritos dos fãs para assumir o papel de Eddie. O personagem aparece durante uma tentativa de contrabandear cocaína, e tem sua mente invadida pelo protagonista Roland de Gilead, que vive em outro universo.

Howard recentemente revelou que a adaptação de ‘A Torre Negra’ ainda existe. O projeto está em desenvolvimento há muitos anos, e frequentemente surgem rumores de que tudo foi abandonado.

A ideia da adaptação surgiu em 2007, quando J.J. Abrams (‘Star Trek’) estava envolvido. O plano da Warner Bros. envolve uma franquia cinematográfica e uma série de TV no canal HBO, para cobrir mais eventos da história.

‘A Torre Negra’ consiste em sete livros. King lançou o primeiro volume, ‘O Pistoleiro’, em 1982, como uma homenagem ao faroeste ‘Três Homens em Conflito’, à Lenda do Rei Arthur e às histórias épicas de J.R.R. Tolkien, autor de ‘O Senhor dos Anéis’ e ‘O Hobbit’.

A trama acompanha a jornada do pistoleiro Roland Deschain através do Mundo Médio e outros para frustrar o objetivo do Rei Carmim de destruir a Torre Negra, o eixo que mantém todos os universos intactos.

Além dos títulos principais, King assinou ‘O Vento pela Fechadura’, situado no mesmo mundo de Roland, e a franquia ainda gerou uma versão em quadrinhos.