O eterno Capitão Nascimento falou também sobre Elysium, Serra Pelada, Praia do Futuro, Trash, Fellini Black and White e uma possível estreia como diretor.
vagner
Se você é fã dos dois Tropa de Elite e sonha com o dia em que um terceiro filme seja produzido, é bom perder as esperanças. Ou ao menos que uma possível nova sequência seja estrelada por Wagner Moura. Questionado sobre o assunto em plena entrevista coletiva realizada no Festival de Gramado, o ator foi enfático: “Não há a menor chance”.
Wagner aproveitou a oportunidade para falar sobre diversos novos projetos, desde a ficção científica Elysium até longa-metragens inéditos, como Serra Pelada, Trash e Praia do Futuro. De quebra, não fugiu da raia ao ser questionado sobre as manifestações que têm ocorrido no país desde junho e o atual momento do governador carioca Sérgio Cabral Filho. Confira abaixo os principais destaques da coletiva.
UMA POSSÍVEL CARREIRA INTERNACIONAL
Wagner Moura debutou no cinema hollywoodiano em Elysium, que estreou nos cinemas americanos na última sexta, 9 de agosto. O convite para o filme veio através do próprio diretor Neill Blomkamp, fã assumido dos dois Tropa de Elite, que reservou para o ator um personagem dúbio que ajuda o protagonista vivido por Matt Damon em sua luta contra o mundo excludente e luxuoso da estação espacial Elysium. O ator falou sobre a possibilidade de uma carreira internacional no futuro.
“Depois de Elysium é provável que rolem novos convites para trabalhar lá, mas não vejo a minha vida como trabalhar aqui ou lá. Não gosto da palavra ‘carreira’, pois é a minha vida na verdade. Estarei sempre procurando fazer coisas novas e diferentes, trabalhar com diretores interessantes, contar histórias legais, procurar personagens que me motivem e me transformem aqui, nos Estados Unidos ou em qualquer outro lugar.”
RODAR UM FILME NO BRASIL E NOS ESTADOS UNIDOS
Com a recente experiência em Elysium, Wagner foi questionado sobre as diferenças entre rodar um filme no Brasil e nos Estados Unidos. “Fazer um filme é a mesma coisa em qualquer lugar, a diferença é o dinheiro envolvido e a comida.”
vagner 2
FELLINI BLACK AND WHITE
Antes mesmo do lançamento de Elysium, Wagner Moura já estava apalavrado com outro filme em língua inglesa: Fellini Black and White, no qual interpretaria o diretor italiano Federico Fellini. Entretanto, o falecimento do diretor Henry Bromell em 18 de março fez com que o projeto fosse suspenso. Wagner comentou como está o projeto neste momento.
“Agora quando estive em Los Angeles para lançar Elysium estive reunido com o produtor e decidimos que vamos encontrar um novo diretor. Era um projeto muito pessoal do Henry, mas agora iremos retomar.”
ESTREIA COMO DIRETOR
Após dirigir o videoclipe da canção “Te Amo”, de Vanessa da Mata, Wagner revelou que está bem próxima estreia como diretor nas telas de cinema. “Adoraria poder dizer agora, mas não posso falar ainda. Estou negociando a compra dos direitos de um livro e, apesar de já haver um acordo verbal com este autor, eu ainda não assinei o contrato. Então penso que não seria ético falar agora sobre o filme, mas está bem perto.”
Confira o Trailer de Elysium:


Fonte: http://bit.ly/19Zd6Es