Ao longo de mais de um século o cinema apresentou canções extremamente populares, que não apenas ganharam prêmios mas também conquistaram o coração dos cinéfilos e dos amantes da música em geral. Nesta matéria especial selecionamos 30 delas, das mais diversas épocas, que representam um pouco do que de melhor foi feito na sétima arte. Confira!

Filme: Cantando na Chuva
Música: “Singin’ in the Rain”, interpretada por Gene Kelly e composta por Arthur Freed (letra) e Nacio Herb Brown (melodia)
Cantando na Chuva é daqueles filmes que acabam com o mau humor de qualquer pessoa, pela leveza e alegria transmitidas neste filme divertidíssimo estrelado por Gene Kelly, Debbie Reynolds e Donald O’Connor. Seu ponto alto, sem sombra de dúvidas, é quando Kelly canta “Singin’ in the Rain”. É de ficar encantado!

Filme: Titanic
Música: “My Heart Will Go On”, interpretada por Céline Dion e composta por Will Jennings (letra) e James Horner (melodia)
Impulsionado pela popularidade de Titanic, o primeiro filme a ultrapassar a marca do bilhão de dólares nas bilheterias mundiais e o segundo mais visto em todos os tempos, “My Heart Will Go On” estourou nas rádios e logo se tornou um sucesso estrondoso na voz de Céline Dion. Levou ainda o Oscar de melhor canção original.

Filme: O Guarda-Costas
Música: “I Will Always Love You”, interpretada por Whitney Houston e composta por Dolly Parton
Whitney Houston já era uma estrela da música quando topou protagonizar O Guarda-Costas ao lado de Kevin Costner, mas é inegável que foi com “I Will Always Love You” que atingiu o ápice da carreira. A canção até hoje impressiona, devido à qualidade da voz da cantora.

Filme: 007 – Operação Skyfall
Música: “Skyfall”, interpretada por Adele e composta por Adele e Paul Epworth
A série 007 tem um vasto histórico de músicas tema que fizeram sucesso junto ao público, vide “Live and Let Die”, de Paul McCartney, para Com 007 Viva e Deixe Morrer e “Goldfinger”, de Shirley Bassey, para 007 Contra Goldfinger. Adele fez jus à tradição da série com “Skyfall”, sucesso nas rádios que ainda por cima levou para casa o Oscar de melhor canção original.

Filme: O Mágico de Oz
Música: “Over the Rainbow”, interpretada por Judy Garland e composta por E.Y. Harburg (letra) e Harold Arlen (melodia)
“Over the Rainbow” é daquelas músicas eternas, uma das mais belas e mais populares já compostas para o cinema. Não é à toa que volta e meia os diretores usam em projetos que nada têm a ver com O Mágico de Oz, assim como fez Baz Luhrmann em seu Austrália. Vencedor do Oscar de melhor canção original.

Filme: Os Embalos de Sábado à Noite
Música: “Stayin’ Alive”, interpretada por Bee Gees e composta por Barry Ribb, Robin Gibb e Maurice Gibb
É impossível pensar em Os Embalos de Sábado à Noite sem lembrar da trilha sonora composta pelos Bee Gees, em especial a música de abertura “Stayin’ Alive”. O filme foi uma verdadeira revolução no final dos anos 1970, não apenas por apontar tendências do jovem americano da época mas também por provocar a explosão da discoteca mundo afora.

Filme: The Wonders – O Sonho Não Acabou
Música: “That Thing You Do!”, interpretada por The Wonders e composta por Adam Schlesinger
The Wonders – O Sonho Não Acabou é o típico filme que só existe graças a uma canção. Afinal de contas, o astro Tom Hanks podia até querer estrear como diretor, mas para um filme neste formato era essencial ter em mãos uma música empolgante e que retratasse o clima dos anos 1960, no melhor estilo Beatles. Hoje em dia “That Thing You Do!” chega a ser mais conhecida do que o próprio filme onde foi lançada.

Filme: Sem Destino
Música: “Born to Be Wild”, interpretada por Steppenwolf e composta por Mars Bonfire
Um verdadeiro libelo à liberdade. Assim é Sem Destino e também sua música tema, “Born to Be Wild”, que já foi até mesmo usada em campanha publicitária de marca de cigarros (!!!). Uma das músicas marcantes trazidas pelo cinema nas décadas de 1960 e 1970.

Filme: Dirty Dancing – Ritmo Quente
Música: “(I’ve Had) The Time of My Life”, interpretada por Bill Medley e Jennifer Warnes e composta por Franke Previte, Donald Markowitz e John DeNicola
Quem está perto ou já passou da casa dos 30 anos lembra bem desta canção. “(I’ve Had) The Time of My Life” foi um sucesso radiofônico instantâneo, além de ter ficado marcada no imaginário coletivo devido à coreografia em que Patrick Swayze segura Jennifer Grey no ar. Algo que volta e meia é citado ou copiado em outros filmes, como acontece em Amor a Toda Prova e Como Arrasar um Coração.

Filme: Bonequinha de Luxo
Música: “Moon River”, interpretada por Audrey Hepburn e composta por Johnny Mercer (letra) e Henry Mancini (melodia)
Ao longo de Bonequinha de Luxo a canção “Moon River” aparece sete vezes (isso mesmo, sete vezes!). Duas em especial são marcantes: logo no início, quando ao amanhecer Audrey Hepburn dá uma olhada em uma vitrine da Tiffany’s, e quanto a própria atriz canta a música, violão em punho, na varanda de seu apartamento.Encantador!

Filme: Grease – Nos Tempos da Brilhantina
Música: “Summer Nights”, interpretada por John Travolta, Olivia Newton-John e elenco e composta por Jim Jacobs e Warren Casey
Como se não bastasse Os Embalos de Sábado à Noite, John Travolta ainda tem no currículo outro filme com músicas que fazem sucesso até hoje. “Summer Nights”, na qual canta com Olivia Newton-John, tem todo o jeitão dos anos 1950, época em que o filme se passa, e ainda diverte bastante por mostrar os diferentes enfoques entre garotos e garotas sobre amores de verão.

Filme: O Rei Leão
Música: “Hakuna Matata”, interpretada por Nathan Lane, Ernie Sabella, Jason Weaver e Joseph Williams (versão original) e composta por Tim Rice e Elton John
O Rei Leão tem várias músicas que poderiam estar presentes nesta matéria especial. Escolhemos “Hakuna Matata” pelo que representa dentro da história, a participação da impagável dupla Timão e Pumba e também por ter popularizado o termo junto ao público em geral. Foi indicada ao Oscar de melhor canção original, mas perdeu para “Can You Feel the Love Tonight”, também de O Rei Leão.

Filme: Casablanca
Música: “As Time Goes By”, interpretada por Dooley Wilson e composta por Herman Hupfeld
“Nós sempre teremos Paris…” Por mais que a história de amor entre Rick e Ilsa apenas tenha sido real na capital francesa, foi em Casablanca que eles se reencontraram ao som desta belíssima canção.

Filme: Top Gun – Ases Indomáveis
Canção: “Take My Breath Away”, interpretada por Berlin e composta por Giorgio Moroder e Tom Whitlock
A aventura estrelada por Tom Cruise conta com uma música que também fez muito sucesso nas rádios mundo afora. Hoje em dia, é impossível ouvir “Take My Breath Away” sem imediatamente associá-la a Top Gun. Vencedor do Oscar de melhor canção original.

Filme: Flashdance
Canção: “Flashdance… What a Feeling”, interpretada por Irene Cara e composta por Keith Forsey e Irene Cara (letra) e Giorgio Moroder (melodia)
Os anos 1980 foram pródigos em filmes que transformaram uma música numa espécie de marca registrada do filme, vide Footloose, Fama e Dirty Dancing. O mesmo aconteceu com Flashdance. Vencedor do Oscar de melhor canção original.

Filme: Homens de Preto
Canção: “Men in Black”, cantada por Will Smith e composta por Will Smith, Patrice Rushen, Fred Washington e Terry McFadden
Poucos se lembravam que Will Smith tinha uma promissora carreira de rapper antes de se aventurar na TV ao estrelar a série The Fresh Prince of Bel Air e, posteriormente, virar astro de cinema. Em Homens de Preto ele retornou à antiga atividade e gravou a música-tema do filme, que fez bastante sucesso nas rádios.

Filme: Don Juan DeMarco
Música: “Have You Ever Really Loved a Woman?”, interpretada por Bryan Adams e composta por Bryan Adams, R.J. Lange e Michael Kamen
A música tema de Don Juan DeMarco logo virou sinônimo de romance. Seja pela melodia suave, pelo bandolim ao fundo ou a letra que pergunta se você realmente já amou uma mulher. Fez muito sucesso mundo afora e até hoje é um dos maiores hits da carreira de Bryan Adams.

Filme: A Primeira Noite de um Homem
Música: “Mrs. Robinson”, interpretada por Simon & Garfunkel e composta por Paul Simon
Ao longo da carreira Paul Simon trabalhou como produtor, roteirista e até mesmo ator, mas foi como compositor que ele fez sucesso. “Mrs. Robinson” é uma de suas canções mais famosas, ainda na fase em que formava com o amigo Art Garfunkel a dupla Simon & Garfunkel.

Filme: Ghost – Do Outro Lado da Vida
Música: “Unchained Melody”, interpretada por The Righteous Brothers e composta por Alex North e Hy Zaret
“Unchained Melody” é daquelas canções que logo remetem a romance. Regravada mais de 500 vezes, nos mais diversos idiomas, ela logo é associada à paixão que supera a barreira da morte entre os personagens de Demi Moore e Patrick Swayze em Ghost – Do Outro Lado da Vida.

Filme: New York, New York
Canção: “Theme from New York, New York”, interpretada por Liza Minnelli e composta por Fred Ebb (letra) e John Kander (melodia)
Você sabia que a clássica “Theme from New York, New York”, aquela mesma eternizada na voz de Frank Sinatra, foi gravada pela primeira vez para o cinema? Pois é, sua primeira aparição foi neste musical pouco conhecido do diretor Martin Scorsese, estrelado por Robert De Niro e Liza Minnelli. Hoje em dia a música permanece sendo tocada, enquanto que o filme foi meio esquecido.

Filme: Footloose – Ritmo Louco
Música: “Footloose”, interpretada por Kenny Loggins e composta por Kenny Loggins e Dean Pitchford
Kevin Bacon alcançou a fama requebrando numa pista de dança ao som de “Footloose”, um dos marcos do cinema para jovens nos anos 1980. O filme ganhou uma refilmagem em 2011, que manteve a música tema em sua trilha sonora, mas não fez tanto sucesso.

Filme: O Sol da Meia-Noite
Música: “Say You Say Me”, interpretada e composta por Lionel Richie
Este é um típico caso em que a música fez tanto sucesso que se tornou maior que o filme na qual ela foi lançada. Por mais que este drama estrelado por Gregory Hines e o bailarino Mikhail Baryshnikov seja bacana, hoje em dia as pessoas se lembram bem mais da música de Lionel Richie. Vencedor do Oscar de melhor canção original.

Filme: 8 Mile – Rua das Ilusões
Música: “Lose Yourself”, interpretada por Eminem e composta por Eminem, Jeff Bass e Luis Resto
Muita gente considerava o rap um gênero menor dentro da música, ao menos até surgir Eminem. Baseado em fatos de sua própria vida e estrelado pelo próprio rapper, 8 Mile fez sucesso junto ao público e em especial nas rádios, onde não demorou muito para que “Lose Yourself” virasse um hit. Entretanto, Eminem conquistou de vez o respeito quando abocanhou o Oscar de melhor canção original, deixando uma Barbra Streisand atônita em pleno palco da cerimônia de entrega da premiação.

Filme: Aladdin
Canção: “A Whole New World”, interpretada por Lea Salonga e Brad Kane e composta por Tim Rice (letra) e Alan Menken (melodia)
O compositor Alan Menken é uma espécie de Midas quando se trata de Oscar. Afinal de contas, ele já conta com oito estatuetas douradas e ainda recebeu 10 indicações nas quais saiu de mãos abanando. Não é à toa que a Disney volta e meia o contrata para trabalhar em suas animações. Em Aladdin ele foi um dos responsáveis por uma das músicas mais belas do estúdio, “A Whole New World”.

Filme: Fama
Música: “Fame”, interpretada por Irene Cara e composta por Dean Pitchford (letra) e Michael Gore (melodia)
Um dos momentos mais marcantes na história dos musicais é quando os alunos da escola de Fama começam a tocar seus instrumentos em pleno recreio. O resultado é uma mistura de sons contagiante, que os leva para a rua ao som da canção tema do filme. Vencedor do Oscar de melhor canção original. Ganhou uma refilmagem em 2009, que não teve tanto sucesso.

Filme: Armageddon
Canção: “I Don’t Want to Miss a Thing”, interpretada por Aerosmith e composta por Diane Warren
Um dos maiores sucessos da carreira do diretor Michael Bay foi embalado pela música do Aerosmith, que dividiu opiniões. Basta lembrar que, além de ser indicada ao Oscar da categoria, ela também esteve presente no Framboesa de Ouro de pior canção original.

Filme: A Noviça Rebelde
Canção: “The Sound of Music”, interpretada por Julie Andrews e composta por Oscar Hammerstein II (letra) e Richard Rodgers (melodia)
Considerado um dos maiores musicais de todos os tempos, A Noviça Rebelde tem na trilha sonora várias músicas que poderiam ser citadas nesta matéria especial, como “Do-Re-Mi”, “Edelweiss” e “So Long, Farewell”. Ficamos com a música tema, que surge logo no início do filme.

Filme: Lisbela e o Prisioneiro
Canção: “Você Não Me Ensinou a Te Esquecer”, interpretada por Caetano Veloso e composta por Fernando Mendes
Não é só em Hollywood que os filmes ganham músicas que fazem sucesso fora da telona. Convocado pela esposa Paula Lavigne, produtora de Lisbela e o Prisioneiro, Caetano Veloso cantou a bela e triste “Você Não Me Ensinou a Te Esquecer” para a trilha sonora do filme. Sucesso imediato, assim como o que o cantor já tinha obtido ao gravar a música tema de Tieta do Agreste.

Filme: Butch Cassidy
Música: “Raindrops Keep Fallin’ on my Head”, interpretada por B.J. Thomas e composta por Hal David (letra) e Burt Bacharach (melodia)
Burt Bacharach é um ícone entre os compositores norte-americanos, que possui no currículo três estatuetas do Oscar e diversos sucessos. “Raindrops Keep Fallin’ on my Head” é uma de suas mais belas canções para o cinema, sendo premiada com o Oscar da categoria.

Filme: O Picolino
Música: “Cheek to Cheek”, interpretada por Fred Astaire e composta por Irving Berlin
Começamos esta matéria especial com um clássico do cinema e terminamos com outro. Estrelado pela inesquecível dupla Fred Astaire e Ginger Rogers, O Picolino traz a belíssima canção “Cheek to Cheek” cantada com uma graciosidade e leveza impressionante.
Lisbela

Fonte: Site Adoro Cinema, saiba mais em (http://www.adorocinema.com/materias-especiais/filmes/arquivo-100249/?tab=1)