por Ancine

Evento movimenta a cidade mineira de 18 a 26 de janeiro

tiradentes_0

A Mostra de Cinema de Tiradentes divulgou hoje a programação oficial completa de sua 16ª edição, que acontece de 18 a 26 de janeiro, na histórica cidade mineira.  Serão exibidos 131 filmes, entre curtas e longas, em 54 sessões, todas elas com acesso gratuito ao público.

A edição deste ano acontece com debates, exibições e homenagens sob a luz do tema “Fora de Centro”, celebrando a crescente descentralização da produção audiovisual brasileira e exibindo ao público essa diversidade da produção proveniente de vários estados do país.

Com uma expectativa de público superior a 30 mil pessoas, a Mostra de Cinema de Tiradentes apresenta este ano, além da já conhecida e concorrida Mostra Aurora, três novas mostras temáticas: Transições, Sui Generis e Autorias.

A Mostra Transições é dedicada a diretores em início de carreira que propõem um olhar cinematográfico que gere expectativa para os seus trabalhos seguintes. Dentre os sete filmes selecionados estão alguns já premiados em festivais nacionais, como “Eles Voltam” (PE), de Marcelo Lordello, ficção vencedora do último Festival de Cinema de Brasília; e “Supernada” (SP), de Rubens Rewald, que arrebatou os prêmios de melhor filme e o prêmio especial do júri na Mostra Novos Rumos do Festival do Rio.

A Mostra Sui Generis, como o nome sugere, é o espaço para os trabalhos com propostas de estilo próprio, fora do senso comum. Três filmes foram selecionados: “Vertigem Branca” (PE), de Breno Silva, Dellani Lima e Simone Cortezão;  “Semana Santa”(MG),  de Leonardo Amaral e Samuel Marotta e “Claun – Parte 1: Os dias aventurosos” (RJ),  filme do diretor Felipe Bragança, que já venceu a Mostra Aurora de Tiradentes, em 2009, com o longa “A fuga da mulher gorila”.

Já a Mostra Autorias traz diretores, fotógrafos ou produtores que prefiguram um modo próprio de olhar com alta mediação estilística, com destaque para “Jards” (RJ), de Eryc Rocha, prêmio de Melhor Direção no último Festival do Rio.

A homenageada deste ano é a atriz paranaense Simone Spoladore, com a exibição de três longas e debates com a participação de críticos e cineastas convidados.

Do festival ainda fazem parte a Mostra Praça, grande sucesso nas últimas edições, que exibe documentários ao ar livre, no Largo das Fôrras; uma representativa mostra de curta-metragens, com 97 trabalhos de 14 estados brasileiros divididos em oito mostras temáticas”; e a Mostra Aurora, seção competitiva que tem como diretriz a exibição de filmes autorais de diretores com até três longas na carreira, cujo vencedor receberá o Prêmio Itamaraty para o Cinema Brasileiro, no valor de R$ 50 mil.

O Cine Teatro, no Centro Cultural Yves Alves, receberá a programação dos seminários e encontros. Serão dois debates temáticos e 17 Encontros com a Crítica, Diretor e Público, quando o público terá a oportunidade de debater com realizadores e críticos os filmes das mostras Aurora, Autorias e Transições, e os curtas da Mostra Foco.

A Mostra de Cinema de Tiradentes ainda conta com programação infantil e promove shows, passeios musicais, lançamento de livros e DVDs e outros espetáculos. Confira a programação completa no site oficial do evento.