Do Cinema Novo à Pornochanchada – Parte 1

 

Os anos 50 se vão da mesma forma como começaram, as chanchadas dominando as salas de cinema do país inteiro. No entanto, em meados de 1960, a ideia de se fazer cinema no Brasil muda, e surge um novo conceito de criação, o enfoque

“A Dama da Lotação” (1978), com Sônia Braga e Nuno Leal Maia

agora não é mais o de apenas fazer o público rir, afinal é chegada a hora de abrir os olhos para o que acontece em nossa sociedade, problemas sociais, como a pobreza, começam a se destacar nas tela de todo o Brasil, filmes como “O Pagador de Promessas”, de Anselmo Duarte, e “Terra em Transe”, de Glauber Rocha, se destacam entre as produções nacionais, e colocam o Brasil no meio de produções consagradas e prestigiadas com diversos prêmios internacionais.

“O Pagador de Promessas”, inclusive, traz para o Brasil a Palma de Ouro no Festival de Cannes. Demais filmes e outros diretores se destacaram neste novo cenário do cinema brasileiro, é o caso de Nelson Pereira dos Santos com o conceituado “Vidas Secas”, essa película de grande aceitação internacional retrata a vida de uma família nordestina que decide sair do sertão por conta da miséria, da fome e da seca, o filme é baseado na obra literária homônima de Graciliano Ramos, tanto o livro quanto o filme tiveram grande sucesso de crítica.

Outros filmes de grande aceitação e que mostram um pouco mais deste novo conceito de se fazer filme no Brasil são “Os Cafajestes”, “Barravento” e “Deus e o Diabo na Terra do Sol”. Mas é chegada a década de 70, e com ela a crise que assola o cinema nacional, sendo assim, o cinema da década de 70 volta a ter como base as chanchadas, filmes feitos em grande escala e que traziam em seu enredo cenas do cotidiano.

Porém, desta vez a chanchada vinha acompanhada do apelo sexual, o que fez com que um novo gênero cinematográfico fosse criado no Brasil, a pornochanchada. Foi então que começou a surgir a ideia de que não valia a pena pagar para assistir a um filme brasileiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s