Entenda Mais sobre o Diretor de Arte

 

Em uma obra fílmica, estão envolvidos diversos profissionais, como roteirista, maquiador, cenográfo, sonoplasta e tantos outros. O trabalho de todos eles deve caminhar em paralelo, para que se tenha um bom resultado final. Temos, entre esses profissionais, o diretor de arte, que é o responsável pelo que acontece nas cenas, no que diz respeito ao visual, como roupas de personagens, cenários, efeitos especiais e uma dezena de outros itens que, muitas vezes, nos passam despercebidos quando assistimos a um filme ou vemos uma peça teatral. Ou melhor, passavam despercebidos, pois, a partir de agora, nosso pensamento em relação a este profissional não será mais o mesmo, afinal, entenderemos um pouco mais sobre este que, para tantos cineastas, já se torna uma figura de suma importância no contexto cinematográfico. A cada dia, esse mundo cinematográfico encontra mais espaço junto ao público e uma das formas de prender a atenção dos espectadores é deixar cada vez mais chamativas todas as técnicas visuais de um filme.

O que o diretor de arte tem como principal meta, ao começar o seu trabalho, é o conceito principal da trama, ou seja, ele deve entender o que se quer passar para o receptor final da mensagem, neste caso, o espectador. A partir daí, ele trabalha a fim de que o público aceite esta mensagem e seja motivado a usar sua autocrítica e sensibilidade para entender o conteúdo da forma pretendida. O trabalho do diretor de arte deve estar voltado também à tão cobiçada e sonhada inovação. Esta, inclusive, é uma das mais difíceis tarefas para o profissional deste segmento, ao contrário do que se pode pensar, pois, conforme cresce a tecnologia, fica cada vez mais vasto o repertório e a lista de criações possíveis. Essas criações são responsáveis por alavancar, ou não, a carreira do diretor de arte.

Assim, é o diretor de arte quem faz o intermédio entre direção geral e público, vem dele a difícil tarefa de convencer o público do que se pretende comunicar apenas por imagens. E são essas figuras que dependem também do talento deste profissional, já que, com inovação, tecnologia e uma pitada de boa sorte, alguns entram hoje para um seleto hall da fama, como o inglês Neil Huxley, com a megaprodução “Avatar” e o menos badalado Bo Welch, com a releitura de “Thor”. Claro que não é somente de sorte que vivem os responsáveis por este segmento, a genialidade de grandes e novas possibilidades visuais enobrecem ainda mais este trabalho, que além de complexo, hoje torna-se cada vez mais escasso no mercado, devido à grande indústria cinematográfica, que a cada dia necessita que novos talentos sejam formados para darem conta da grande demanda por bons profissionais.

Esses novos e futuros talentos, hoje, amontoam-se nas mais variadas universidades do país, a fim de estarem aptos para resolver as carências e necessidades de um mercado tão inovador. Nos dias atuais, diversas escolas oferecem o curso de Direção de Arte, que tem cerca de dois anos de duração e cujo valor varia de região para região, ficando entre R$ 500,00 e R$ 2.000,00, em média. Essa mesma direção de arte não fica restrita somente ao mundo cinematográfico, pequenas peças publicitárias e vídeos institucionais necessitam de um bom profissional, pois é por meio do visual que se atinge a meta idealizada no projeto, isto é, assim se consegue vender produtos e ideologias. O diretor de arte não se restringe tão somente aos vídeos, trabalha também na parte de divulgação final do produto, com pôsteres, produtos na web e até mesmo outdoors. Esse trabalho que, a cada dia, torna-se mais complexo tem como principal trunfo, atrair o público com toda agressividade midiática possível, fazendo com que o mesmo sinta o teor da obra.

No entanto, para ser um diretor de arte é necessário muito mais do que aprender somente em sala de aula, é preciso ter gosto e paixão pelo que se faz, além de se mostrar capacitado para resolver, da melhor e mais criativa forma possível, desafios que aparecem no percurso de um trabalho. Ser diretor de arte não é apenas fazer cenários e maquiar personagens, é trabalhar em conjunto com o cineasta e os demais envolvidos na trama. É, acima de tudo, entender conceitos, de modo que se consiga transmitir, com criatividade, a ideia implícita (ou explicita, em certos casos) em seu trabalho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s